Pontepretano

NOS BASTIDORES

A Ponte Preta trabalha nos bastidores para que seus jogos não tenham mais torcida única, dentro ou fora de Campinas. O presidente José Armando Abdalla Júnior e o diretor financeiro Gustavo Válio foram até a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo na tarde desta quinta-feira para iniciar uma negociação para mudar a ordem.

A decisão é válida desde o dia 14 de janeiro deste ano, quando a Federação Paulista de Futebol (FPF) acatou um pedido do promotor Paulo Castilho. Uma liminar derrubou a decisão na Justiça um mês depois, mas a FPF entrou com recurso e recuperou a determinação.

Dirigentes da Macaca tentam mudar decisão de torcida única (Foto: PontePress) Dirigentes da Macaca tentam mudar decisão de torcida única (Foto: PontePress) </source></source></source></source></source>

Dirigentes da Macaca tentam mudar decisão de torcida única (Foto: PontePress)

– Fomos muito bem recebidos pelo procurador geral dr. Gianpaolo Poggio Smanio, pelo próprio dr. Paulo Castilho, dr. Lycurgo e José Carlos Consenzo. Conversamos, explicamos o lado da instituição em toda a questão e, mais importante, fomos ouvidos – afirmou o presidente.

+ CLIQUE AQUI para ler mais notícias da Ponte Preta

Segundo a Ponte, haverá uma nova reunião na quarta-feira para finalizar o processo. Caso as partes entrem em acordo, é possível que os jogos da Macaca voltem a ter duas torcidas, possivelmente com uma exceção: o dérbi campineiro, marcado para o Majestoso, no fim de agosto.